sábado, 4 de abril de 2009

Bandas de Macau na década de 1960

O Estoril era 'mais' clube nocturno que hotel na década de 1960


álbum de 1970

Colourful Diamonds, 1964

Nos 'loucos' anos 60... três bandas locais fizeram furor em Macau e além fronteiras. Foram elas os The Thunders, The Flipsiders, The Grey Coat. Eram os anos dos Beatles (que em 1964 actuaram em Hong Kong), Rolling Stones, Elvis Presley... Tiveram uma história curta mas intensa.
The Thunders eram também conhecidos por Os Trovões. Durou de 1966 a 1971, tendo gravado 2 singles e 1 EP. Chegaram a ter bastante sucesso no Extremo Oriente. Em 1968 ganham um importante concurso de bandas em Hong Kong, a partir de esse momento o êxito é garantido, tanto em Macau como na colónia Britânica. Assinam um contrato com a EMI. (ver imagem) , participam num filme "made in Hong Kong", actuam nas melhores casas das duas colónias, várias actuações para a TV e vendem uns quantos milhares de discos.
A sua formação mais duradoira consistia em: Herculano Airosa - órgão, Armando Sales Ritchie - viola baixo, Rigoberto do Rosário - guitarra, Manuel Costa - bateria.
Os The flipsiders eram a banda residente do restaurante que ficava no 12º andar do hotel Sintra.
Os The Grey Coat actuavam no clube militar e demais espaços nocturnos. Venceram o 1º Festival de Música de Macau, organizado em 1963 por Mário Tomás e que encheu o Teatro Cheng Peng. Chegaram a ser a banda residente do Casino Palace, o flutuante do Porto Interior.
Ainda existiram os Colourful Diamonds. Este grupo era constituído por Herculano Airosa, Rigoberto Rosário, Armando Ritchie e Manuel Costa. Mais tarde deram origem aos The Thunders. Existem ainda referênciaz para um grupo chamado Midnight Riders.

Sem comentários:

Publicar um comentário