quinta-feira, 30 de abril de 2009

Pavilhão de Macau na Expo de 1998



Foi concebido com o propósito de integrar a Expo'98 e nela representar de forma autónoma o Território de Macau. O pavilhão tinha como fachada uma réplica mais pequena da fachada da Igreja de S. Paulo, e passava pelas várias facetas de Macau, incluindo o jogo (era dada à entrada do pavilhão uma ficha para as slot machines que se encontravam no interior). No espaço central havia uma réplica de um jardim chinês. O fim da visita continha um filme em ecrã panorâmico sobre a região. Durante o genérico final, uma maqueta da skyline de Macau surgia de um aquário colocado à frente do ecrã.

O pavilhão continuou a operar durante vários meses após a reabertura do recinto em Novembro como Parque das Nações. Posteriormente foi desmantelado, tendo a sua estrutura e respectiva fachada sido reconstruídas no Parque da Cidade, em Loures, onde alberga o IPJ e serve ainda como espaço de exposições temporárias.

Sem comentários:

Publicar um comentário