terça-feira, 5 de maio de 2009

Cemitério Protestante

Décadas 1950 e 1980
Este cemitério atesta a diversidade do perfil social da comunidade de Macau. Situado próximo da Casa Garden e do Jardim de Camões, constitui um testemunho da primeira comunidade protestante de Macau. A sua capela, também de 1821, é conhecida por "Capela Morrison", em homenagem a Robert Morrison (1782-1834), autor do primeiro dicionário chinês-inglês e da primeira tradução da Bíblia para chinês. George Chinnery (1774-1852), importante artista inglês, também se encontra aqui sepultado, ao lado de outras figuras proeminentes da época, incluindo vários oficiais da Companhia Inglesa das Índias Orientais e protestantes americanos e ingleses.
O cemitério constitui um legado histórico de especial significado respeitante ao período anterior à ocupação inglesa de Hong Kong. Ocupa uma area de aproximadamente 2 800 m2, encerrando 162 túmulos, incluindo o de Robert Morrison, cuja esposa faleceu em 1821 e foi a primeira pessoa a ser ali enterrada.
O cemitério está dividido em dois níveis, superior e inferior. O primeiro nível, com 30 m de comprimento por 10 m de largura, contém quarenta túmulos cercados por árvores exuberantes, um dos quais o de George Chinnery.
O segundo nível, medindo 60 por 30 m, está rodeado por árvores altas e apresenta pedras tumulares de ambos os lados, com um espaçoso corredor de acesso ao centro. As pedras tumulares são, na generalidade de granito, diferindo no tamanho, estilo e desenho.
O Cemitério Protestante, juntamente com a Capela Protestante, está incluído na lista dos monumentos históricos do Centro Histórico de Macau e da Lista do Património Mundial da Humanidade da Unesco.

Sem comentários:

Publicar um comentário