sexta-feira, 15 de maio de 2009

Agência Geral das Colónias


Criado pelo Nº 16 e seus parágrafos do artigo 15º do Diploma Legislativo Colonial Nº 43, de 30 de Setembro de 1924, tinha como objectivo "fazer a propaganda do nosso património colonial, contribuindo por todos os meios para o seu engrandecimento, defesa, estudo das suas riquezas e demonstração das aptidões e capacidade colonizadora dos portugueses". In Boletim Geral das Colónias, Vol. I, Nº 2, pag. 230.
O Boletim da Agência Geral das Colónias foi editado durante 37 anos, entre Julho 1925 e Dezembro de 1961, possuindo um total de 438 números. Começou com um título mais restritivo de «Boletim da Agência Geral das Colónias», título que manteve durante 10 anos até 1935, altura em que, num sentido mais lato, passou a designar-se «Boletim Geral das Colónias». Em Agosto de 1951, no Nº 314, o Boletim Geral das Colónias muda novamente o seu nome para «Boletim Geral do Ultramar», título que se manteve até ao fim da publicação.
Macau foi um tema abordado desde o primeiro número e houve mesmo uma edição, em 1929, dedicada em exclusivo aos temas relativos ao Território.

Sem comentários:

Publicar um comentário