quinta-feira, 9 de março de 2017

Moradia art-deco demolida

A moradia que pertenceu a Chui Tak Kei (1911-2017) na Av. Ouvidor Arriaga (nº 50) vai ser demolida e no seu lugar uma construção de 30 andares. É mais um exemplo da arquitectura art deco no território que desaparece. Os traços de modernismo estão bem patentes, das linhas rectas aos altos e baixos relevos, sendo que o exemplo mais antigo desta corrente arquitectónica no território que resistiu até aos dias de hoje é a moradia Skyline na Penha.
Fotos de 2016

Falecido em 2007 com 96 anos, Chui Tak Kei foi durante décadas o patriarca de uma das mais importantes famílias chinesas de Macau e um dos mais carismáticos líderes da comunidade chinesa do território. Empresário da construção civil, era presidente honorário da Associação dos Construtores Civis de Macau. Entre as muitas funções públicas que desempenhou, foi vice-presidente da Assembleia Legislativa (1976-1988), vários cargos no Leal Senado e foi membro da Comissão Preparatória da Região Administrativa Especial de Macau. Era ainda, pintor, calígrafo e filantropo e dominava a língua portuguesa.
Foi condecorado pelo governo de Macau com a medalha de Mérito Filantrópico e Cultural, a Comenda da Ordem do Mérito, Grande Oficial da Ordem do Mérito e a Medalha de Honra Lótus de Ouro (2007), a mais alta condecoração concedida pelo chefe do Executivo de Macau.

Sem comentários:

Publicar um comentário