quinta-feira, 8 de maio de 2014

Educação e assistência social: década 1950

Na década de 1950 fizeram-se as seguintes obras nestas duas áreas: Colégio de S. José, na Praia Grande; Colégio Yuet Wah (secção feminina); escola primária e infantil Yuet Wah na Travessa dos Bombeiros; novo andar no Colégio de S. Rosa; escolas de lavores e primária Pio XII anexas ao Colégio de S. Rosa; Colégio Ricci, no Chunambeiro; um novo andar no Instituto da Imaculada Conceição; a escola Estrela do Mar foi instalada em casas da diocese na Rua do P. António e a do SSmo. Rosário em dois edifícios diocesanos na R. de S. Paulo; escola de N. Sra. de Fátima no Bairro Tamagnini Barbosa e a de S. Teresa do Menino Jesus no Istmo da Ilha Verde; o Colégio Dr. Pedro Lobo, anexo à Casa da Regeneração, a cargo das Angelinas; as escolas Beata Madalena de Canossa e S. Francisco Xavier em Coloane; Centro Católico e Biblioteca na Praia Grande que conserva o nome de «Biblioteca D. Policarpo» a cargo das Paulistas. 
No Bairro da Ilha Verde, construíram-se 200 casas para pobres e 100 em Coloane; a Casa de S. Paulo, na Ilha Verde, que é um dispensário a cargo das Angelinas e Infantário anexo; Infantário do Menino Jesus, a cargo das Canossianas; Infantário e Dispensário de S. Família, na R. Brás Rosa, a cargo das Dominicanas; Centro de Socorro Social Pio XII, hospital com 20 camas a cargo das Franciscanas; Infantário e Dispensário em Coloane, a cargo das Canossianas.
Instituto de Acção Social na década de 1990
Coloane: década 1950
Em 1954, havia 28 escolas com cerca de 7.000 alunos; em 1964, eram 41 escolas (13 novas e outras renovadas), com 22.000 alunos e 783 professores, sendo 324 homens e 459 mulheres.
Dispensário

Sem comentários:

Publicar um comentário