sexta-feira, 20 de março de 2009

Clube Militar: desde 1870

Grémio Militar (criado em 1870 e rebaptizado de Clube Militar em 1952):
postal de 1900: por esta altura o rio era logo ali...


O Clube Militar de Macau foi fundado a 20 de Abril de 1870 com o nome de Grémio Militar. O projecto de arquitectura (neoclássica) é do Barão do Cercal. No início admitia apenas como sócios os oficiais militares. No entanto, cedo se abriu à sociedade civil passando a admitir também como sócios os funcionários superiores da Administração. Durante a Guerra do Pacífico (1941-1945) o edifício da sede do Grémio Militar foi requisitada pelo Governo para albergar refugiados de Hong Kong. O rico mobiliário e biblioteca foram guardados no armazém das Obras Públicas no Bairro 28 de Maio. No entanto, o longo período da Guerra, a rotação do pessoal militar, fizeram arrefecer o espírito associativo e, quer o mobiliário, quer a biblioteca perderam-se por completo. E, no fim da Guerra, o Governo instalou na sede do Grémio a Repartição da Fazenda. Construído e inaugurado o Palácio das Repartições, o edifício do velho Grémio foi devolvido aos sócios em 1951.
Em 1951 os grémios eram, por força da lei, entidades oficializadas. Por isso, a instituição foi forçada a adoptar um nome que se adaptasse à sua natureza de instituição particular. A designação escolhida foi "Clube Militar de Macau". As instalações, devidamente recuperadas, foram reinauguradas em 30 de Junho de 1952, pelo então Ministro do Ultramar, Comandante Manuel Maria Sarmento Rodrigues e esposa que se encontravam de visita a Macau... a primeira de um membro do Governo da então metrópole a Macau (assunto que abordarei em futuros post's)

Sem comentários:

Publicar um comentário