segunda-feira, 30 de março de 2009

Seminário S. José


Em 1728 começou a funcionar em casa própria o Seminário de S. José (ao lado da igreja com o mesmo nome). Na década de 1980 era um dos edifícios mais antigos da cidade que se mantinha praticamente sem alterações e em relativas condições de conservação.
Os padres jesuítas fundaram este seminário com o intuito de formar missionários chineses. O seminário foi, no entanto, encerrado durante algum tempo, antes de reabrir em 1784. Desde a sua fundação, contribuiu para a disseminação do catolicismo na China, através da formação de centenas de missionários. Em 1800, foi-lhe atribuído o título de “Seminário Real” devido aos feitos obtidos na educação religiosa. A Igreja de S. José foi concluída em 1758. Na primeira pedra e numa placa de cobre, que se encontram no interior da igreja, existem inscrições homenageando os nomes das pessoas envolvidas na construção e restauro da estrutura e a data em que a obra foi concluída. É considerada uma das mais extraordinárias igrejas de Macau.
Entre 1998 e 1999, a Igreja foi submetida a obras de restauro, devolvendo ao edifício o seu aspecto original. Em Dezembro de 1999, foi reaberta ao público

Sem comentários:

Publicar um comentário