sábado, 26 de janeiro de 2019

Amaquão / Amagang / Macao / Macau

Descobrir a origem etimológica da palavra "Macau" é muito provavelmente um dos temas mais fascinantes da história do território. Já muito se escreveu sobre o tema e aqui no blogue tenho dado a conhecer as várias teorias. Para este post escolhi a que me parece a mais acertada em termos etimológicos e baseada em factos.

Em 1537 Fernão Mendes Pinto parte para a Ásia. Sabe-se que em 1541 e 1543 viveu em Martabão, no reino de pegu, servindo no exército do Rei da Birmânia. Chega à China por volta de 1543 e integra-se na redes de comércio entre Sião, Pegu, China e Japão.
A 20 de Novembro de 1555, numa carta escrita a partir de Macau, Fernão Mendes Pinto utiliza o que se conhece até hoje como sendo a primeira vez a expressão "Amaquão"... e escreve duas vezes.
Ora esta expressão corresponde ao chinês Amagang/Yamagang (Porto da Deusa A-Ma/Ya-Ma), protectora dos navegantes. Sendo Magang uma variante do nome Aaomen (Porta da Baía). Ou seja, Fernão Mendes Pinto terá feito uma transcrição fonética da expressão em chinês... o que ele ouviu...
Mapa xilogravado do litoral de Guangdong incluído na
Grande Crónica de Guangdong, de Guo Fei. c. 1598-1602
A cartografia chinesa atesta isso mesmo logo por volta de 1598 num mapa marítimo da zona de Cantão denominado "Guangdong Yanhai Tu". Daí à expressão arcaica "Macao" foi um passo e depois a expressão moderna "Macau".

Sem comentários:

Publicar um comentário