terça-feira, 29 de janeiro de 2019

William Anderson (1757-1837)


William Anderson nasceu na Escócia em 1757. Começou por ser aprendiz de carpinteiro, mas aos 30 anos era já um talentoso pintor estabelecido em Londres. Anderson expôs pela primeira vez na Royal Academy em 1787. Em 1797, viu chumbada a sua candidatura a membro da Royal Academy onde continuou a expor de forma regular  até 1811, e depois de forma intermitente até a sua última em 1834.
O auge da sua carreira é entre 1790-1810, quando a procura de pinturas com motivos marítimos, durante as Guerras Napoleónicas, estava em alta . Anderson pintou muitas das batalhas navais do período, muitas vezes encomendadas por oficiais de serviço. O seu trabalho mostra uma atenção meticulosa aos detalhes náuticos, aliada a um desenho preciso e uma coloração viva. É considerado um dos mais conceituados pintores de cenas marítimas da sua geração.
Este quadro - óleo sobre tela - faz parte do espólio do Museu do Oriente, em Lisboa, e a autoria é atribuída a William Anderson de que não há registo que tenha estado em Macau, sendo que essa não era uma condição necessária para executar a pintura. Bastava ter copiado ou ter-se inspirado noutra...
clicar na imagem para ver em tamanho maior
William Anderson was born in Scotland in 1757. He trained initially as a shipwright, but by the age of 30 was an accomplished and skilled marine painter and had settled in London.
Anderson first exhibited at the Royal Academy in 1787. In 1797 he was an unsuccessful candidate for Associate Membership of the Royal Academy.
His regular Royal Academy exhibitions continued annually until 1811, and then intermittently until his last in 1834. His best work was executed in the years 1790-1810, when the demand for marine paintings, during the Napoleonic Wars, was at an all-time high.
Anderson painted many of the naval battles of the period, often commissioned by serving officers, and his work shows a meticulous attention to nautical detail allied to an accurate draughtsmanship and lively coloration. At this period, he may be considered one of the leading marine artists of his generation.
This painting - oil on canvas - is part of Museu do Oriente collection (at Lisbon), and the authorship is attributed to William Anderson. That there is no record that he haver been in Macao, although that was not a necessary condition to perform the painting. It was enough to have copied or inspired others...
Detalhe do Colégio de S. Paulo e Fort. do Monte
Detalhe da Baía da Praia Grande
Detalhe do Porto Interior e ilha Verde



Sem comentários:

Publicar um comentário