domingo, 21 de junho de 2009

Igreja da Madre de Deus: fachada

Na primeira ordem de colunas existem três portas, sobre a porta principal surge a inscrição Mater Dei Ilustração do Barão Von Reichenau para o livro do Monsenhor Manuel Teixeira
Virgini Magnae Matri Civitas Macaensis Libens Possuit an. 1602
(A cidade de macau colocou voluntariamente esta pedra dedicada à Grande Virgem Mãe)
(é o que se pode ler numa pedra da esquina a ocidente)
JHS... são as iniciais da Companhia de Jesus
Estátua de Nossa Senhora (Imaculada Conceição)
Algumas iniciais da fachada e seu significado:
JNRI - Jesus Nazareno, Rei dos Judeus
SP (S. Pedro) - colocadas dos dois lados da estátua do Menino Jesus - SP (S. Paulo)
O diabo tenta o homem para praticar o mal... tradução desta inscrição chinesa em alto relvo
Existem outros inscrições como esta "Lembra-te da morte e não pecarás"
Por mais posts que coloque aqui, nenhum conseguirá explicar a multiplicidade desta obra... de estilo barroco (e com marcas góticas) esta fachada tem inúmeros pormenores (e por que se terão de ter dado ao trabalho de pôr tantos detalhes a tão longa distância do olhar humano...): elementos cristãos, chineses, ocidentais, orientais, etc... É única no mundo!
Já aqui coloquei um post com algumas curiosidades. Nesta acrescento outras: as 3 janelas ao meio tinham sinos; havia uma torre ao lado com direito a relógio.
Capelas, altares, naves, confessionários, portas, estátuas... estes e outros dados sobre o interior da igreja (menos conhecidos) podem ser encontrados neste livro de M. Teixeira.
Surgiu cerca do ano 1600. E já depois do incêndio, o espaço interior que antes pertencia à igreja tornou-se um cemitério. Aliás, foi graças à Lista dos Defuntos de 1740 que se encontraram muitos dados de como era a igreja antes de ter sido destruída pelo incêndio.
Voltando à fachada... toda ela é cheia de simbolismo, como se cada quadro apresentado fosse um sermão.

Sem comentários:

Publicar um comentário