sábado, 15 de março de 2014

Hotéis no início do século XX

Actualmente são às dezenas os hotéis em Macau, mas nem sempre foi assim. Nesta fotografia de uma ponte-cais do Porto Interior - a porta de entrada marítima no território - onde atracavam os vapores destaca-se a publicidade a três unidades hoteleiras de Macau da primeira década do século XX. A saber: Oriental, Macao e Boa Vista. O primeiro era o único com características não ocidentais e poderá ser o que ficava logo ali no Largo da Caldeira (ver foto de cima: edifício com terraço); o segundo o mais central (Praia Grande) e o último o melhor localizado e já com jogo na época, a roleta. Passar uma noite nestes hotéis custava cerca de 10 patacas. Uma refeição conseguia-se por apenas uma pataca. Claro que existiam ainda as pensões.

A partir de 1917 e até 1923 o Boa Vista albergou o Liceu de Macau
O logótipo do Macao Hotel (antes conhecido por Hing Kee Hotel)
Publicidade nos jornais South China Morning Post e The China Mail em 1907. Quando se lê "both hotels" a referência é o Victoria hotel de Hong Kong. Em baixo: postal da época
Macao Hotel (cima) e Boa Vista Hotel (baixo)
Postal do Hotel Sanatório da Boa Vista
Bilhete postal enviado em 1907 para o hotel Boa Vista
São muitos os postais do Boa Vista nos primeiros anos do século XX. O edifício foi construído em 1870 como residência de um casal britânico que o transformou em hotel em 1890. Uma história fantástica de um edifício que teve múltiplas funções e que ainda hoje existe (residência do cônsul português).
Parte de uma ementa de pequeno almoço do final da década de 1910 do New Macao Hotel
Década de 1950: o Boa Vista, agora como Bela Vista, servindo de cenário para um filme chinês
O New Macao Hotel sucedeu ao Hing Kee (há tb referências a King Hee, julgo que por via da literatura - o Caso da rua Volong).  Por volta de 1900, o hotel aparece referenciado como “Macao Hing Kee’s Hotel”, o apelido do gerente de nome Pedro. Depois da morte de Pedro Hing Kee, cerca de 1907-10 passa para a gerência do inglês Farmer (o Boa Vista era gerido na mesma altura por um francês, Vernon). Em 1923, com nova gerência do chinês Kuan Ioc Chan, passou a ser conhecido por New Macao Hotel até 1927 ano em que encerrou. O comendador chinês Lou Lim Ioc reabriu-o com a designação de Hotel Riviera. Lou Lim Ioc faleceria pouco depois, em Junho desse ano, não assistindo à reabertura do hotel que aconteceu a 15 de Janeiro do ano seguinte. Aquando da sua estadia em Macau, em 1927, Jaime do Inso instala-se no que irá descrever como “renovado Hotel Riviera, cheio de conforto e bem estar”.
Ficava na Praia Grande e deu lugar anos mais tarde ao hotel Riviera demolido na década de 1970.


Largo do Senado década 1930: o edifício Ritz como hotel (mais tarde sede da Melco)
Hotel Cantão (esq) num filme dos anos 60
 Hotel Kuong Chao (Rua do Guimarães)

Sem comentários:

Publicar um comentário