sábado, 6 de julho de 2013

O Clarim: 65 anos

Surgiu em Junho de 1943 por iniciativa do Pe. Manuel Teixeira. Era um órgão da JEC (Juventude Escolar Católica) e Pre-JEC do Liceu e foram os elementos destes grupos que dinamizaram o projecto. Durou 4 meses então com formato revista e ao fim deste tempo transitou para a JEC. Em Dezembro de 1944 foi transformada em órgão da  J.C.
Em Março de 1945 deixou de ser suplemento do jornal Religião e Pátria. Em Maio de 1948, era então uma revista mensal, passou a publicar um suplemento semanal em forma de jornal com o mesmo nome. Este ano é assumido como sendo o 'nascimento' do jornal O Clarim.
O primeiro número foi publicado a 2 de Maio de 1948. O semanário O Clarim tinha então 8 páginas e 'nasce' sob o lema «Por Deus, pela Pátria». O cabeçalho foi desenhado pelo pintor russo, George Smirnoff, que naquela altura vivia em Macau.
Entre os nomes ligados a estes tempos do jornal estão: José Patrício Guterres, Herculano Estorninho, José Silveira Machado, Abílio Rosa, Gastão de Barros, José de Carvalho e Rego, Rui da Graça Andrade e Rolando das Chagas Alves.
Em Julho de 1950 o jornal passa a bi-semanal e em Março de 1952 passa a ter um suplemento semanal em chinês. Nesta década organiza, por exemplo, um evento desportivo denominado Mini-olimpíadas.
Em 1953 muda de formato. Entre 23 de Maio de 1955 e 5 de Fevereiro de 1956 foi suspensa a publicação por ordem do gov. Marques Esparteiro.
Em 1983 passa a ter 16 páginas. Em 1989 serão 20 e em 1990 um total de 24 páginas.
Propriedade da Diocese de Macau é o mais antigo jornal em língua portuguesa que ainda se publica em Macau.
Lista de directores:
Pe. dr. Fernando H. L. Maciel: 2-5-1948 a 4-6-1948 
Pe. Júlio Augusto Massa: 11-7-1948 a 14-11-1948 
Pe. Áureo da Costa Nunes e Castro: 21-11-1948 a 24-4-1949 (director interino) 
Pe. dr. Fernando H. L. Maciel: 1-5-1949 a 30-4-1959 
Pe. José Barcelos Mendes: 3-5-1959 a 1-3-1962 
Pe. Artur Augusto Neves: 4-3-1962 a 4-8-1966 
Pe. José Barcelos Mendes: 11-8-1966 a 18-4-1971 
Pe. Alfredo Tavares: 22-4-1971 a 4-5-1972 
Pe. Ramiro Marta: 7-5-1972 a 2-8-1973 
Pe. Américo Casado: 5-8-1973 a 12-10-1975 
Pe. José Barcelos Mendes: 16-10-1975 a 19-2-1978 
Pe. José Coelho Matias: 23-2-1978 a 30-12-1979 
António Augusto da Canhota: 3-1-1980 a 4-6-1981 
Tomás Rosa Pereira: 7-6-1981 a 3-1-1982 
António Augusto da Canhota: 7-1-1982 a 11-3-1982 
Tomás Rosa Pereira: 14-3-1982 a 3-4-1983 
Pe. Manuel F. Moreira: 13-6-1983 a 5-7-1985 
Pe. Albino Bento Pais: 01-7-1985 a Junho 2013
Veja aqui um anúncio da década de 1960 e aqui um da década de 1970

Sem comentários:

Publicar um comentário