quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Macau no filme "China Clipper"

"China Clipper” (Martin M-130) foi “protagonista” do filme homónimo, de 1936, realizado por Frank McDonald para a Warner Brothers e protagonizado por Humphrey Bogart, Pat O´Brien e Beverly Roberts.
Conta a história Juan Trippe, fundador da Pan American Airways, em 1927, e, claro, das viagens do "China Clipper" entre os EUA e Macau (From S. Francisco to Macao).
Dois anúncios ao filme "China Clipper" do final de 1936 em jornais da Nova Zelândia

O voo inaugural ocorreu a 22 de Novembro de 1935 com partida de S. Francisco. Depois das escalas no Hawaii, ilha Midway, ilha Wake Island e Guam, o China Clipper chegou a Manila, o destino final , a 29 de Novembro. O voo histórico demorou 59 horas e 48 minutes num total de 8,210 milhas. O mundo ficava 'mais pequeno'. O China Clipper fizera em 6 dias e meio o que o navio mais rápido na época fazia em 21 dias.  A 23 de Outubro de 1936 ocorre o voo experimental que estendia a rota até Macau. Na Primavera de 1937 a rota estender-se-ia de forma definitiva até Macau. Mais 5 horas de voo que viriam a permitir a inauguração do correio aéreo. O ataque japonês a Pearl Harbour em 1941 ditou o fim da rota.
Para que este voo fosse realidade o trabalho da Pan Am começou muito antes. Em Janeiro de 1934, o patrão da empresa, Juan Trippe, enviou à China o que chamou que Representante especial da Pan Am para o Extremo-Oriente, Harold Bixby. E nada foi deixado ao acaso nas intensas negociações que foi preciso fazer com vários governos para que o voo fosse autorizado, incluindo com as autoridades das Filipinas, China e de Macau (incluindo Lisboa). Como forma de provar o empenho da Pan Am nesta rota, Bixby mudou-se com a família (mulher e 4 filhas) para Xangai e tinha ainda uma moradia em Macau.
No post de amanhã vou abordar a constituição da Sociedade Aeroportos Pan Americana de Macau Limitada.

Sem comentários:

Publicar um comentário