sábado, 31 de março de 2018

"Uma Viagem no Tempo" por Ou Ping - parte I

Navegando ao amanhecer: vista da colina da Penha
 Ou Ping: nest post apresento excertos do catálogo editado em 2005
Ou Ping foi director do Departamento de Assuntos Financeiros do Diário de Macau e um conceituado jornalista durante mais de 40 anos. Foi vice-presidente da Direcção da Associação Fotográfica de Macau e, como fotógrafo de mérito que é, foi também nomeado membro honorário da Associação Visual Internacional de Hong Kong.
No início da década de 60 do século passado Ou Ping inscreveu-se na Associação Fotográfica de Macau, onde se dedicou de corpo e alma ao estudo da fotografia, acompanhando amiúde os colegas entusiastas nas suas excursões fotográficas. Em 1967 foi eleito membro executivo da Direcção. Ao longo destes anos, o seu trabalho foi exibido em numerosas exposições públicas, em Macau e no exterior, sendo convidado várias vezes para integrar o júri de concursos de fotografia, em Macau e no estrangeiro. Recentemente tem visitado o estrangeiro com mais frequência, para colaborar em projectos artísticos de fotografia.
1969–1984 - Como presidente da Associação Fotográfica de Macau, Ou Ping foi secretário e Presidente da Comissão de Selecção, para além de desempenhar outras funções de responsabilidade.
1980 - Participou na exposição realizada por membros da Associação Fotográfica de Macau e realizada pela Associação de Fotógrafos da China. A exposição foi inaugurada no Museu de Arte Nacional da China e percorreu 18 províncias e cidades da China.
1981 - É convidado para júri permanente do Salão Internacional de Fotografia de Macau, evento organizado de dois em dois anos pela Associação Fotográfica de Macau. É igualmente convidado pela Associação de Fotógrafos da China para visitar Pequim como membro do júri da Primeira Exposição Fotográfica Internacional (Ásia) em Pequim.
1984 - Planificou e montou a exposição fotográfica da Associação Fotográfica de Macau realizada no Porto, em Portugal, onde posteriormente se dedicou a várias actividades artísticas.
1985 - Participou na Exposição de Arte Fotográfica Hong Kong-Macau, organizada conjuntamente por 12 associações fotográficas, que teve lugar no Museu de Arte Nacional da China.
2005 - Apresenta a exposição “ Uma Viagem no Tempo – Fotografias de Macau por Ou Ping” de que se fará um catálogo. A exposição é organizada pelo Museu das Ofertas da Transferência de Soberania, na dependência do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais.
Durante os anos 60 e 70, as águas resplandeciam ao sol, reflectindo a sombra dos velas dos barcos e dos pescadores puxando as redes no Porto Exterior, junto da Pontão Nº1 (em chinês conhecido como “Ponte da Longevidade”), ou em Sai Van; as pessoas admiravam o pôr do sol na Aldeia das Três Famílias, na Penha; um corredor de sombra ondulava ao longo de Sai Van. Na Guia o farol e na colina da Penha uma igreja; os pescadores secavam as suas redes na Praia do Manduco; pequenos barcos aventuravam-se ao largo e as gaivotas mergulhavam nas águas em busca de alimento. Todos os anos, em Março, no fim da primavera, uma névoa pairava sobre tudo, como uma teia, criando um efeito magnífico.

Sem comentários:

Publicar um comentário