domingo, 28 de abril de 2019

Um visita sui generis em 1893

No final do século XIX o arquiduque austríaco Franz Ferdinand foi aconselhado pelo seu médico a mudar de ares e a viver algum tempo junto ao mar. Os problemas nos pulmões levaram-no numa volta ao mundo tendo passado por Macau em 1893.
Um teatro em Macau em 1866. Ilustração de Eduard Hildebrandt


Reza a história que durante uma recepção feita pelo governador (Custódio Miguel de Borja) este perguntou ao ilustre visitante o que mais gostaria de fazer no território ao que este respondeu que adoraria assistir a uma ópera. O governador terá hesitado por alguns momentos mas pouco depois sugeriu uma visita ao Largo do Pagode da Barra onde estava em cena uma ópera cantonense intitulada 六國大封相 / Six countries conferred a Prime Minister".
Ao que parece o arquiduque não só percebeu a história (teve um tradutor ao seu lado durante a actuação) como gostou muito tendo dito até que por certo nunca mais iria ter uma oportunidade como aquela. 
Vinte e um anos depois, a 28 de Junho de 1914, Francisco Ferdinando (herdeiro do trono austríaco) e a mulher, Sofia Chotek, seriam mortos num atentado na capital da província austríaca da Bósnia-Herzegovina.
O episódio desencadearia a Primeira Guerra Mundial.


Sem comentários:

Publicar um comentário