sexta-feira, 12 de maio de 2017

O 13 de Maio... desde 1929

Desde 1929, a 13 de Maio, realiza-se em Macau a procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima, porventura a mais importante das várias que se realizam no território com regularidade. Ao cair da noite acendem-se as velas e milhares de pessoas acompanham o andor com a imagem da Nossa Senhora. (em cima a procissão em 1990)
Um dos principais impulsionadores do culto mariano na igreja de S. Domingos foi o padre jesuíta António José Gonçalves Roliz. Segundo a imprensa da época, depois do anúncio no primeiro dia de Maio de 1929, no dia 10  “o Pe. Roliz benzeu a imagem que iria na procissão e fora enviada de Portugal. O dia 13 de Maio foi de romagem de Fé, com Missa de Pontificai pelo então Bispo de Macau, Dom José da Costa Nunes, tendo ficado o SSmo. exposto todo o dia até às Vésperas de Pontifical à tarde, a que se seguiu o Sermão.”
Nesse primeiro ano o trajeto da procissão passava por S. domingos, Sé e Largo do Senado. Face à adesão à iniciativa foi criada a 13 de Dezembro de 1929 a Congregação de Meninas, designada de N. S. de Fátima, que passou a ocupar-se da organização.
Foi também em 1929 que foi construída no bairro Tamagnini Barbosa (28 de Maio) a capela de N. Sra. de Fátima. A que existe hoje data de 1968.
Este ano as celebrações concentram-se na igreja da Sé onde na fachada se destacam os estandartes enviados de Fátima. No interior uma imagem evoca a consagração de diocese de Macau ao sagrado coração de Maria a 13 de Maio de 1943.

Em todo o mundo, incluindo Portugal, 120 países têm santuários, igrejas, capelas, escolas, movimentos, instituições, missões, congregações religiosas, altares, nichos, monumentos ou publicações dedicados ao culto à Virgem de Fátima.
Macau deu um contributo decisivo para o disseminar do culto mariano um pouco por toda a Ásia.
Em Pequim (China) existe uma paróquia dedicada a Fátima havendo ainda um santuário na cidade de Fuzhou e uma capela na costa leste, em Tsingtao. Ao todo são perto de uma centena os locais de culto católico na China.
Nas Filipinas e Vietname é padroeira. O culto mariano está também muito enraizado na Coreia do Sul, Índia, Tailândia (ao lado a Our Lady of Fatima Catholic Church numa foto de António Cambeta), Timor, Singapura, Taipé... só para citar alguns exemplos.

Sem comentários:

Publicar um comentário