domingo, 3 de janeiro de 2016

Um selo com uma tiragem de... 10 exemplares


Os produtos filatélicos de Macau são dos temas mais apreciados pelos leitores. Chego a essa conclusão não só pelo número de pageviews mas também por alguns e-mails que me enviam.
Desta vez resolvi falar de mais uma curiosidade... do selo com a menor tiragem de sempre... muito provavelmente em todo o território português. Trata-se do selo de 10 avos azul esverdeado, tipo D. Carlos I Mouchon com a sobrecarga “REPUBLICA” impressa a vermelho já no território onde os selos já estavam aquando da implantação da República em substituição da Monarquia. Os especialistas no assunto alegam que, em rigor, estes selos nunca deveriam ter sido "sobrecarregados" pois o Decreto de 4 de Julho não o contemplava, ao contrário do que é mencionado na Portaria nº 234 (ver imagem). 
O assunto gerou polémica - e não apenas em Macau - tendo sido elaboradas várias sindicâncias para se perceber o que realmente se tinha passado...
Veja-se então o que diz o Decreto de 4 de Julho de 1913:
- Só serão sobrecarregados os selos emitidos em 1902 (D. Luís I e D. Carlos tipo Diogo Neto com sobretaxa) além dos selos de D. Carlos I tipo Mouchon com a sobrecarga “PROVISORIO” 
(ver imagem abaixo;
- Apenas serão objecto das sobrecargas os selos que por cada uma das taxas ou tipos existissem mais de 1.000 unidades;
- Só eram passíveis de serem sobrecarregados os selos até aos valores de 400 reis;
Ou seja, os de 10 avos deveriam ter sido excluídos...
Excerto do relatório da sindicância onde se pode atestar ter sido colocada a 'sobrecarga' REPUBLICA em apenas 10 selos.

Os selos D. Carlos I tipo mouchon que existiam em Macau (com diferentes valores faciais)

Sem comentários:

Publicar um comentário