quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Antologia da Terra Portuguesa

Subtítutlo - O Ultramar Português: Cabo Verde, Guiné, S. Tomé, Macau e Timor. Edição da Bertrand em 1963, 241 páginas. Introdução, selecção de textos e notas de Luís Forjaz Trigueiros. Inclui textos - págs 169 a 190 - de Camilo Pessanha, Joaquim Paço d'Arcos, Barradas de Oliveira, Carlos Estorninho e Pe. Benjamim Videira Pires.
Nascido em Lisboa em 1915, Luís Forjaz Trigueiros foi contista, cronista, ensaísta e crítico. Desempenhou o papel de director do Diário Popular entre 1946 e 1953 e colaborou na página literária do Diário de Notícias. A partir de 1984, dirigiu o Centro de Estudos Luso-Brasileiros do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa. Homem de teatro, foi um dos fundadores do Teatro Experimental de Lisboa e colaborou no Dicionário de Teatro Português, dirigido por Luís Francisco Rebello. Foi director literário de empresas editoras de Lisboa e do Rio de Janeiro. Dirigiu, em 1965, uma Antologia da Terra Portuguesa em 19 volumes quatro dos quais são dele: O Minho, África Portuguesa, Macau e Timor. Organizou, também, as antologias Raul Brandão (1960) e O Natal na Poesia Portuguesa (1987). Sócio efectivo da Academia das Ciências de Lisboa e sócio correspondente da Academia Brasileira de Letras, foi nomeado Doutor Honoris Causa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Morreu em 2000.

Sem comentários:

Publicar um comentário