segunda-feira, 27 de maio de 2013

Acácia rubra

Antes da moradia de Teddy Yip (actual túnel da Guia). Foto de AJMN Silva
Quem já visitou Macau não pode ter ficado indiferente a esta espécie. E que bem que eu me lembro das que existiam junto ao velhinho Liceu na Praia Grande... dando um colorido fantástico (que belo contraste o do verde das folhas e o vermelho das flores!). Actualmente ainda existem muitos exemplares espalhados um pouco por toda a cidade. Por exemplo, no Parque Municipal de Sun Iat Sen, na Praça Lobo de Ávila, junto ao Museu de Arte Sacra, etc..
Acácia rubra em Coloane - foto do blog Asianux (séc. XXI)
Originária de Madagascar (África... em Benguela é o símbolo da cidade), a Acácia Rubra - Delonix regia - também conhecida por chama da floresta, flor-do-paraíso, pau-rosa ou flamboyant... floresce de Maio a Junho (pelo menos em Macau, embora existam referências para outros períodos noutros locais). Existe ainda no Brasil e Timor, por exemplo.
Postal década 1970: jardim Vasco da Gama
Vista sobre a Guia a partir da Escola Leng Nam
 Tens a alma cheia de ipomeas
E de acácias rubras
E de chagas de melancolia nos muros velhos
Teus longos braços novos de betão e vidro
Rompem a bruma matinal
Por sobre os restos da antiga beleza
Poema de Yao Jingming traduzido por Fernanda Dias
 Acesso à Penha. Foto AJMNSilva 1967-68
 Troço da av. da República (junto ao ténis). Foto AJMNSilva 1967-68

 Junto ao Liceu. Foto AJMNSilva 1967-68

Sem comentários:

Publicar um comentário