segunda-feira, 20 de julho de 2015

Antigo cais sob farmácia de Sun Yat-sen

O Instituto Cultural de Macau (ICM) anunciou a semana passada a descoberta de vestígios arqueológicos do que se acredita terá sido o antigo cais da cidade, durante trabalhos de recuperação da antiga farmácia do médico Sun Yat-sen, primeiro presidente da China. Em 2012 foi encontrada uma estrutura em pedra num nível abaixo das fundações originais, na parte traseira do edifício, revelou hoje o IC. Já este ano, a equipa de restauro voltou a encontrar uma nova estrutura de pedra, de grande escala. 
Fachada da farmácia. Foto JT

A antiga farmácia, com mais de um século, fica localizada na Rua das Estalagens, no coração do antigo bazar chinês, uma zona que fica está a cerca de dez minutos a pé do actual cais do Porto  Interior. Com esta descoberta os trabalhos de recuperação e consequente abertura de uma casa-museu ficam atrasados. A ideia do projecto é transformar o edifício, representativo dos edifícios comerciais de Macau", num pequeno núcleo museológico, exibindo alguns documentos e objectos relacionados com Sun Yat-sen e a sua passagem pelo território. Os especialistas ainda não conseguiram datar este cais, garantindo apenas ser anterior ao edifício, do século XIX, mas lembram que era nessa zona marítima que se efectuava grande parte do comércio entre portugueses e chineses.
As investigações realizadas até agora indicam que o número 80 da Rua das Estalagens terá sido ocupado pelo fundador da República da China, que exerceu medicina em Macau e ali abriu a Farmácia Chong Sai, que disponibilizava medicamentos ocidentais, em 1892. A farmácia só terá funcionado durante cerca de um ano, motivo pelo qual se perdeu todo o recheio e mesmo a maior parte dos elementos decorativos.

 
Além das escavações, o ICM vai tentar recuperar as paredes, feitas do tradicional tijolo cinzento chinês, muito deteriorado devido à água salgada do subsolo, as pinturas no tecto, as janelas, portadas e frisos. Junto à traseira da casa, de três pisos, foi construído um anexo, moderno, com um elevador e casa de banho, para integrar o futuro museu.

Sem comentários:

Publicar um comentário