quarta-feira, 8 de julho de 2009

Robert Morrison: 1782-1834

Robert Morrison, foi um missionário protestante escocês que desembarcou em Macau em 1807. Objectivo: evangelizar o povo chinês. Impedido de entrar na China ficou-se por Macau.
A sua viagem para paragens tão longínquas, por si só já foi o início de uma grande aventura. Na época a comanhia East India Company não transportava missionários, e não havia outra forma directa para viajar de Inglaterra até à China. Desta forma, Morrison teve que fazer uma escala em Nova Iorque, onde esteve com o Secretário de Estado que o ajudou com a documentação, para que pudesse trabalhar na China, e assim permanecer naquele território de uma forma mais tranquila.
Um episódio muito curioso ocorre mesmo antes de Morrison embarcar no porto de Nova Iorque, o capitão do navio, questiona-o como ele acha ser capaz de mudar o pensamento e práticas religiosas dos chineses, sendo um povo tão fiel às suas raízes, a quem o missionário tão simplesmente responde: "Não senhor, mas espero que Deus o fará"... e assim foi.
Nos primeiros tempos naquela terra distante sofreu pressão por parte das autoridades que não viam com bons olhos as actividades evangelísticas dos missionários nos países vizinhos como a Índia. Desta forma, não queriam de modo algum, que os missionários com seu trabalho junto das populações interferissem nos planos comerciais, principalmente com a China. Morrisson sofreu com a solidão nos primeiros tempos. No entanto, não deixou que esse facto o desanimasse e procurou investir no seu ministério começando a estudar chinês com a ajuda dos crentes católicos.
Em 1809, conheceu Mary Morton, casando logo de seguida a 20 de Fevereiro do mesmo ano, teve 3 filhos fruto dessa união. Regressou ao Cantão sozinho, pois não era permitida a entrada de mulheres estrangeiras no território. O seu casamento trouxe muitas dificuldades devido à situação de saúde débil da sua esposa, e também na questão espiritual, que em nada ajudava seu ministério.
Começou a trabalhar na British Factory da Coast Indian Company- Companhia das Índias Orientais, tendo para isso contado com a ajuda do cônsul americano naquele país através de uma carta que recebera do Secretário de Estado em Nova York aquando da sua paragem lá.
Robert propôs-se a uma demorada tarefa que ocupou 12 anos da sua vida, mas que iria deixar como uma herança valiosa: a tradução da Bíblia para o idioma chinês. Também compilou um dicionário chinês para os ocidentais. Por tudo isto, foi convidado para tradutor oficial da Companhia das Índias Orientais, e assim conseguiu a autorização oficial de residência naquele Devido aos editais imperiais contra a aprendizagem do chinês por estrangeiros, assim como contra a impressão de livros cristãos em chinês, Morrison e seu colaborador William Milne, foram para a Malásia, e lá estabeleceram uma tipografia. Também fundaram uma escola: “Ying Wa College” para crianças originárias da China e da Malásia, em 1818.
Entretanto sua esposa faleceu em 1821, e Robert torna a casar em 1824 com Eliza Armstrong, tendo mais cinco filhos.
O “Ying Wa College” foi transferido mais tarde para Hong Kong, por volta de 1843, depois que a coroa britânica tomou posse daquela terra. Esta instituição existe ainda hoje, funcionando como Escola Secundária Masculina. Depois da sua morte, uma outra escola foi fundada, primeiramente em Macau e depois em Hong Kong, pela então recentemente formada “Morrison Education Society”.
Conta-se que apenas dez vidas foram salvas (convertidas) ao longo dos 27 anos de seu ministério naquelas terras orientais. Morreu em 1834 em Guandong e foi sepultado no cemitério protestante de Macau.






Robert Morrison, (1782 - 1834) was a Scottish missionary, the first Christian Protestant missionary in China. After twenty-five years of work he translated the whole Bible into the Chinese language and baptized ten Chinese believers.
Morrison cooperated with such contemporary missionaries as Walter Henry Medhurst and William Milne (the printers), Samuel Dyer (Hudson Taylor's father-in-law), Karl Gutzlaff (the Prussian linguist), and Peter Parker (China's first medical missionary). He served for 27 years in China with one furlough home to England. The only missionary efforts in China were restricted to Guangzhou (Canton) and Macau at this time. They concentrated on literature distribution among members of the merchant class, gained a few converts, and laid the foundations for more educational and medical work that would significantly impact the culture and history of the most populous nation on earth. However, when Morrison was asked shortly after his arrival in China if he expected to have any spiritual impact on the Chinese, he answered, “No sir, but I expect God will!”

Sem comentários:

Publicar um comentário