quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Fidalgos no Extremo Oriente em língua chinesa

A obra monográfica ‘Fidalgos no Extremo Oriente 1550-1770: factos e lendas de Macau antigo’, uma das mais emblemáticas redigidas pelo historiador inglês CharlesRalph Boxer, está agora disponível em língua chinesa. 
Inserida na colecção “Macaulogia”, a obra foi traduzida por Li Qing, académico doutorado que desempenha funções no Departamento de História da Universidade de Macau (UMAC). 
A coordenação editorial da versão chinesa de “Fidalgos no Extremo Oriente”, obra que foi publicada em versão Portuguesa pela Fundação Oriente em 1990 (imagem ao lado), foi da responsabilidade de Hao Yufan, reitor da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Macau e de Tang Kaijian, professor no Departamento de História da mesma instituição de ensino superior. Ainda que com o apoio do Instituto Cultural e da Fundação Macau, a publicação do volume em língua chinesa foi promovido pelo Centro de Publicações da Universidade de Macau. 
O livro, que aborda os primórdios da História do território, foi editado pela primeira vez em 1948, pelo poeta e ensaísta holandês Martinus Nijoff. A segunda versão, editada em 1968, foi da responsabilidade da Oxford University Press.
in HM 12.12.2016
No blogue existem inúmeros posts sobre Charles Boxer, sugiro este.

Sem comentários:

Publicar um comentário