quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Circuito da Guia

Alguns pilotos classificam-o como "o melhor circuito do mundo". O nome provém do Monte da Guia, o ponto mais elevado do território. O traçado, citadino, praticamente não sofreu alterações desde a primeira prova em 1954 e tem uma extensão de cerca de 6 km.

Ao todo tem 19 curvas, sendo as principais as do Hotel Lisboa e a Melco, a mais estreita delas. A Curva do Hotel Lisboa é uma curva de 90º no final da recta dos boxes (Av. da Amizade). É habitual ocorrerem aqui acidentes, principalmente na primeira volta de cada prova. A Curva de São Francisco é feita a subir e é mais 'aberta' que a do Hotel Lisboa. 
do livro de BD Rendez-vous a Macao, de 1983
Seguem-se as Curvas da Maternidade, os "esses" da Solidão e Dona Maria e depois... A Curva Melco, a mais estreita do circuito, e também conhecida por "Loews de Macau" (referência ao circuito do Mónaco) tendo apenas sete metros de largura.
Já depois de descer segue-se a Recta dos Pescadores que antecede a curva R e, consequentemente, a recta dos boxes. 
A Curva R é última curva do circuito. A chamada Recta dos boxes é a recta principal do circuito, que na verdade é uma sequência de três retas, separadas pelas curvas R, Hotel Mandarim e Hotel Lisboa. Também é o troço  mais largo da pista, chegando a 14 metros na segunda recta.
 Medalha alusiva aos 25 anos da prova (1954-1978). Emissão do ACP (Portugal).

Sem comentários:

Publicar um comentário