sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Pinturas "China Trade": 1ª parte

As denominadas pinturas China Trade eram produzidas na China para o mercado de exportação desde o final do século XVIII. A maioria era feita em aguarela e guache sobre papel e tinha como característica a diversidade de cores vibrantes assumindo-se como uma espécie de “postais ilustrados” numa altura em que a fotografia ainda não tinha sido inventada. Estas pinturas atingiriam o pico da popularidade em meados do século XIX e a maioria reproduzia motivos marítimos: embarcações de guerra e de comércio e portos ou cidades portuárias.
A imagem acima - zona do templo A-Ma, na Barra - é retirada de uma colecção de postais editada pelo ICM em 1990. Em baixo um quadro que ilustra Macau ca. de 1840 - é uma reprodução moderna de um quadro antigo - sendo o território apresentado com uma vista panorâmica sobre o Porto Interior.
Para mais informações sobre o tema sugiro o artigo de P. Conner, "Images of Macao", publicado na The Magazine Antiques, em Março de 1999.
Durante este período surgiu o que o mundo da arte denominou como "chinese school", ou "escola chinesa" (1775-1900) e de que num próximo post darei a conhecer mais algumas imagens. Uma das características que tinham era o facto dos quadros não serem assinados pelos pintores.

Sem comentários:

Publicar um comentário