domingo, 6 de dezembro de 2015

A folha de 25 linhas

Imposto de selo no valor de 1,30 patacas com sobretaxa adicional de 70 avos numa folha de 25 linhas utilizada em Macau na década de 1970
Introduzido em Portugal em 1660 o "papel selado" vigorou até 1986 com alguns período de suspensão pelo meio. Era uma forma de cobrança do imposto de selo (existiam outras), sob a forma de papel (com marca e selo branco) sendo usado em documentos oficiais, escrituras, certidões, procurações, requerimentos, etc. Dada a sua cor e uma vez que se tratava de uma receita eventual, era contabilizado à  parte... é assim que surge a expressão "saco azul". 
 Tinha mesmo 25 linhas e, tratando-se de um documento oficial, não só não se podiam acrescentar linhas como não se podia escrever nas margens.

Sem comentários:

Publicar um comentário